COMO USAR

O ARLA 32 é misturado ao diesel ou vai em tanque separado?

O ARLA 32 não pode ser misturado ao diesel. Todos os veículos P7/ Euro V têm um tanque para o ARLA 32, com tampa azul, separado e devidamente identificado.

Qual é o consumo desse produto? Com um tanque de ARLA 32, quanto será possível rodar?

O consumo de ARLA 32 é aproximadamente 5% do volume consumido de diesel. Em geral, a capacidade do tanque de ARLA 32 deve ser suficiente para um reabastecimento a cada 3 ou 4 tanques de diesel. A necessidade de reabastecimento do ARLA 32 será indicada no painel do veículo.

Onde está à venda o ARLA 32?

O ARLA 32 está disponível nas principais redes de distribuição de combustíveis, revendas e atacadistas de lubrificantes e autopeças do país, além de oficinas, redes de varejo de lubrificantes e redes de concessionárias autorizadas dos fabricantes de veículos e motores.

O ARLA 32 faz algum mal à saúde? Que cuidados devem ser tomados com ele?

Ele não é inflamável, tóxico ou nocivo ao meio ambiente. Em contatos breves com a pele, não causa irritação, entretanto, no caso de contato repetitivo, é recomendável o uso de luva de PVC. O ARLA 32 deve ser mantido em sua embalagem original, em local seco e arejado, ao abrigo da luz solar.

O que ocorre se acabar o ARLA 32 do tanque ou se for abastecido com produto errado?

Dependendo da categoria do veículo, o motor pode perder 25% ou 40% do seu torque até que o tanque seja abastecido corretamente. O motor só funcionará adequadamente com o produto fabricado de acordo com as especificações técnicas.

O que é OBD?

O OBD (On Board Diagnose), sistema de diagnóstico de falhas a bordo, é um novo equipamento obrigatório nos veículos P7, que monitora e registra permanentemente mais de 200 possibilidades de falhas, especialmente as do sistema de pós-tratamento do gás de escapamento. O OBD atua quando algo está errado e alerta o motorista por meio de luzes indicadoras no painel.

O que ocorre quando o OBD encontra algo errado?

Ocorrendo uma falha grave, a perda de torque será percebida já após a primeira partida do veículo. No caso de outros tipos de falha,será indicada a necessidade de reparação em um prazo de até 48 horas. O manual do proprietário de cada modelo de caminhão ou ônibus trará as informações sobre cada código e qual providência deve ser tomada.

Quais problemas são considerados graves para reduzir o desempenho, cortando o torque?

Nos veículos dotados do sistema SCR, é grave a não utilização do ARLA 32 ou a diluição com outros produtos, como água, diesel, etc. Se o veículo rodar com o tanque vazio por longo tempo, também poderá ter problemas. A utilização de um diesel que não seja S50 será identificada pelo OBD nos veículos dotados do sistema SCR ou EGR (que dispensa o uso do ARLA 32), e o torque do motor também poderá ser reduzido, fora os eventuais danos ao catalizador. Os sensores de NOX instalados no sistema de escapamento devem estar sempre em bom estado e em perfeito funcionamento, caso contrário, o torque do veículo também poderá sofrer reduções.

O ARLA 32 na revenda e no varejo pode ser estocado junto com o óleo lubrificante e outros produtos congêneres?

Não há nenhum inconveniente em estocar o ARLA 32 embalado junto com lubrificante, com graxa ou com detergentes. O que não pode ocorrer é a contaminação do ARLA 32 com lubrificante, combustível, graxa ou detergente. Os equipamentos e vasilhames para a aplicação do ARLA 32 não podem ser compartilhados com demais produtos, principalmente as tubulações, mangueiras e bombas. Existem equipamentos e dispositivos apropriados ao manuseio e aplicação do ARLA 32.